Estudos Literários

Literatura: Interface entre política e religião

No contexto do aniversário de 42 anos da Igreja Batista Nazareth, fui convidado para ser o palestrante do Jantar Teológico regularmente promovido por essa comunidade. O tema proposto foi Literatura: interface entre politica e religião, inspirado em minha dissertação de mestrado em Literatura e Cultura, que originou o livro O Padre Imoral: representação do padre na… Continuar lendo Literatura: Interface entre política e religião

Estudos Literários · Merchandising

O Padre Imoral (prefácio)

Em dezembro de 2016, lancei o livro “O Padre Imoral: representação do Padre na literatura (séc. XIX)”, que é o resultado (dissertação) de minha pesquisa de mestrado em Literatura e Cultura, pelo Programa de Pós-graduação em Literatura e Cultura (Ppg LitCult) da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Segue aqui o prefácio escrito pela Profa. Dra.… Continuar lendo O Padre Imoral (prefácio)

Estudos Literários

Pasmem! Ler Dostoiévski é humanizar-se

Um dos escritores que mais esquadrinhou a mente humana foi o escritor russo Dostoiévski (1821-1881). Não foi à toa que a psicanálise ocupou-se de sua obra e o existencialismo a teve por uma de suas bases. Escritores como Kafka e pensadores como Nietzsche tiveram em Dostoiévski não só uma fonte de inspiração, mas um alicerce.… Continuar lendo Pasmem! Ler Dostoiévski é humanizar-se

Estudos Literários · Histórica

Sobre as diferenças entre a História e a Literatura

Volta e meia, nos deparamos com divergências e confusões em nossa página em relação ao conteúdo produzido pelos historiadores e as produções feitas pelos romancistas. Alguns associam história e literatura como áreas análogas. O que não é verdade. Tendo em vista a percepção de que muitos ainda fazem confusão em relação às diferentes formas de…

Estudos Literários

O que não é, mas finge ser – O Diabo na Literatura

“Tudo é muito mais misterioso do que se julga, e tudo isso aqui -Deus, o universo e eu (Satã) – é apenas um recanto mentiroso da verdade inatingível.” (Fernando Pessoa, “A Hora do Diabo”) Em Guimarães Rosa transparece todo o misticismo do sertão, uma religiosidade quase medieval, baseada apenas nos dois extremos e marcada pelo… Continuar lendo O que não é, mas finge ser – O Diabo na Literatura

Estudos Literários

Caim e a desconstrução paródica da Bíblia: Redenção do homem e condenação de Deus

RESUMO: Caim, último romance de Saramago, conclui a crítica ao Cristianismo empreendida pelo autor. O romance se funda na conhecida história de Caim e Abel, em que Abel é morto por seu irmão Caim, mas perpassa diversos episódios obscuros do Primeiro Testamento. A narrativa se desenvolve como uma paródia de textos bíblicos diversos, numa perspectiva… Continuar lendo Caim e a desconstrução paródica da Bíblia: Redenção do homem e condenação de Deus

Estudos Literários

Padre, Celibato e Literatura: entre o sacrifício de Eurico e o Crime de Amaro

  Adriano Portela[1]   Resumo A Literatura se aproxima da realidade porque trabalha com o verossímil, que é o semelhante à verdade. Desse modo, ela contém a representação de uma sociedade sobre cada determinado tema. Este artigo pretende identificar a representação do padre na literatura oitocentista de Portugal, através da análise dos romances “Eurico, o… Continuar lendo Padre, Celibato e Literatura: entre o sacrifício de Eurico e o Crime de Amaro