Teológica

Anglicanismo e negritude no Brasil

No último Sínodo da IEAB, foi aprovada a indicação da Revda. Lilian Conceição (DAR) para que a Igreja adotasse as questões étnico-raciais como prioridade nos próximos anos, em atenção à Década Internacional de Afrodescendentes (2015-2024), estabelecida pela ONU. Em 2018, publiquei aqui ANGLICANAFRO, que foi uma primeira palavra minha sobre a questão étnico-racial na Igreja Episcopal… Continuar lendo Anglicanismo e negritude no Brasil

Teológica

Por que negra? Uma defesa da teologia negra

POR QUE NEGRA? Uma defesa da teologia negra, é um artigo  do livro “Deus não é cristão e outras provocações”, de autoria de Desmond Tutu, Arcebispo emérito da Igreja Anglicana da África do Sul e ganhador do Prêmio Nobel da Paz, em 1984, por seu empenho na luta contra o Apartheid, ao lado de Nelson Mandela,… Continuar lendo Por que negra? Uma defesa da teologia negra

Teológica

Muitas faces, muitos jeitos, um só Cristo

Nos dias 12 a 15 de julho de 2018, a Diocese Anglicana do Recife realizou o seu 33º Concílio Diocesano, no qual foi aprovado o matrimônio igualitário na esfera diocesana, em consonância com a modificação canônica ocorrida no 34º Sínodo da IEAB, ocorrido entre o final de maio e o início de junho. Na ocasião… Continuar lendo Muitas faces, muitos jeitos, um só Cristo

Teológica

Bíblia, homoafetividade e pastoral

No dia 25 de novembro de 2017, fiz uma comunicação sobre Bíblia, homoafetividade e pastoral, no Encontro de Formação promovido pelo Serviço Anglicano de Diaconia e Desenvolvimento (SADD), para o lançamento da Revista desse organismo, cuja temática é gênero, sexualidades e direitos. O tema sobre o qual falei é, sem sombra de dúvidas, espinhoso, mas… Continuar lendo Bíblia, homoafetividade e pastoral

Literária · Teológica

A Bíblia na barbearia: modos de interpretar as Escrituras

Fui ao barbeiro. Como nossa visão é seletiva, observei imediatamente que havia algumas edições diferentes das Escrituras. Então, para estabelecer comunicação, já que era a primeira vez que eu ia ali, perguntei: “Você é católico ou evangélico?” Eu já havia percebido que ele era evangélico, como de fato ele me perguntou, mas valia a pergunta.… Continuar lendo A Bíblia na barbearia: modos de interpretar as Escrituras