Histórica · Homilética · Teológica

Homilia da Missa dos Quilombos

No Dia da Consciência Negra, não há como não lembrar a Missa dos Quilombos, celebrada em 22 de novembro de 1981, na Praça do Carmo, em Recife-PE.
Esta celebração tornou-se um marco da valorização dos elementos afros na liturgia cristã brasileira… e promoveu uma feliz representação de acolhimento da negritude na Igreja.
A música dessa celebração ficou sob a responsabilidade de Milton Nascimento e tornou-se, mais tarde, um álbum intitulado “Missa dos Quilombos”. Já a homilia este a cargo de Dom José Maria Pires, Arcebispo da Paraíba, apelidado primeiro como Dom Pelé e, posteriormente como Dom Zumbi, dada a sua negritude.
Quero aproveitar aqui para compartilhar a histórica pregação de Dom Zumbi, um verdadeiro documento-síntese da caminhada das pessoas negras na Igreja até ali e da postura da Igreja perante estas pessoas; um documento que pretendia ser um marco da guinada copernicana do status da negritude na Igreja.

Avaliação: 1 de 5.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s