Histórica

Párocos da Paróquia N. Sra. do Rosário (Santo Amaro)

Rosário 1
Igreja N. Sra. do Rosário/Sto. Amaro (Crédito: Álvaro Ricardo)

Em breve, a Paróquia N. Sra. do Rosário (Santo Amaro), completará 150 anos de criação. Quando  a Resolução Provincial n. 1.159 (de 26 de abril de 1871) criou a Paróquia do Rosário, Santo Amaro se tornou a primeira cidade do interior da Bahia a ter duas paróquias na sede do município. A essa altura, os distritos da cidade também já possuíam paróquias, a exemplo de São Domingos de Saubara (1696); N. Sra. da Oliveira (Oliveira dos Campinhos), 1718; São Pedro do Rio Fundo (Terra Nova) .

Aproveito a ocasião da festividade para publicar uma Relação de Párocos do Rosário (incompleta), fruto ainda de minhas pesquisas sobre a Paróquia da Purificação e outros assuntos da História da Igreja Católica na Bahia.

 

PAROCOS DO ROSÁRIO

1 – Côn. Antonio da Rocha Maciel: 29.04.1871 – 07.09.1903
Primeiramente, foi Vigário Encomendado da recém criada paróquia do Rosário (Vigário Encomendado era designado pelo Bispo); depois, prestou concurso para Vigário Colado da paróquia, recebendo a nomeação pelo Decreto Imperial de 27 de abril de 1872 e sendo colado (empossado) em 07 de junho de 1872 (Cf. Cândido da Costa e Silva. Os Segadores e a Messe, p. 319). Vigário Colado era um cargo que possuía estabilidade e estava isento das transferências promovidas pelos bispos.
O Côn. Antonio da Rocha Maciel era filho de Desidéria Moreira do Império e do Pe. Joaquim Álvares Maciel, na época pároco da Paróquia São João Batista – Água Fria (Cf. Cândido da Costa e Silva. Os Segadores e a Messe, p. 319). Faleceu em 7 de Setembro de 1903 (Livro de Tombo Purificação, p. 32).

2 – Pe. Francisco de Assis Pires – 19 de dezembro de 1903 (Livro de Tombo da Purificação, p. 32) – ainda estava em 1910 (Cf. REB 1910, p. 562). Foi eleito 2º Bispo da Diocese de Crato (Ceará), por Sua Santidade o Papa Pio XI, no dia 11 de agosto de 1931, com 51 anos de idade e 28 anos de vida sacerdotal.

3 – Mons. Joaquim Ayres de Almeida Freitas – em 1913, era o Vigário (cf. REB 1913, p. 146). E ainda o era em 08 de dezembro de 1914 (cf. REB de 1914, p. 283). A Revista Eclesiástica da Bahia (REB), 1914, p. 283, diz que Mons. Joaquim Ayres de Almeida Freitas reformou a Matriz do Rosário. Em 1920, já era Capelão da Lapa (cf. REB 1920, p. 25).
Era natural de Santo Amaro (filho da Paróquia do Rosário), onde nasceu em 27 de outubro de 1878, filho de Francisco Ayres de Almeida Freitas e Leopoldina Maria Fernandes. Era irmão do Pe. Francisco Ayres de Almeida Freitas (que foi pároco da Paróquia de Santana e Santíssimo Sacramento) e primo materno dos Padres Mário Helberto Fernandes (que foi pároco da Paróquia da Purificação de 20.08.1933 – 19.01.1947) e Francisco Fernandes (Pároco da Rua do Passo).

Obs1: Em 1953, fundou a Congregação das Irmãs Servas da Sagrada Família.
Obs2: Pe. Valeriano Augusto de Castro: provisão para o Rosário (de Sto Amaro?), cf. REB 1920, p. 141 (17 de julho).

4 –  Pe. Aníbal Matta – era o Vigário em 1922 (cf. REB 1922, p. 13). Em 1926 ainda o era, porque temos a notícia de que inaugurou a casa paroquial do Rosário (cf. REB 1926, p. 85). Recebeu provisão de Sub-secretário do Arcebispado em 1926 (REB, 1926, p. 278). Fez jubileu sacerdotal em 10 de agosto de 1945 (Cf. REB 1945, p. 216).

5 – Pe. Adelino Silva Freire: em outubro de 1930 consta como Vigário (cf. Livro de Tombo da Purificação, p. 95).

6 – Côn. Fenelon Costa: 09.06.1930 – 15.08.1968.
Obs: Em 24 de janeiro de 1957, o Côn. Fenelon assumiu também a Paróquia da Purificação. Cuidou sozinho das duas paróquias por cerca de 10 anos e 10 meses, até que a chegada do Pe. Bolduino como coadjutor das duas paróquias em 03 de novembro de 1967. (Cf. Informes Históricos da Paróquia de Nossa Senhora da Purificação, de Adriano Portela, p. 98-100.

7 – Mons. Antenor Celino de Souza – 15 de agosto de 1968 – 2 de janeiro de 1969.

8 – Mons. Gilberto Sampaio Pithon – 15 de janeiro de 1969 – 1976

9 – Pe. Hermínio de Souza Filho – 20 de abril de 1976 – 1990.
Obs: Pe. José Carlos Santos Silva – como cooperador 11 de abril de 1981 – 10 de janeiro de 82.

l0 – Pe. Joaquim Rodrigues – 1990 – 1997
Obs: Entre 23 de junho de 1995 a 1997, o Pe. Edílson Bispo Conceição (Pároco da Purificação) cooperou com a Paróquia do Rosário devido à enfermidade do Pe. Joaquim Rodrigues.

11 –  Pe. Elmo de Souza Andrade – 1997 – 2000

12 –  Côn. Hélio Cezar Leal Vilas-Boas – 20.10.2000 – 16.02.2008
Assumiu tanto a Paróquia N. Sra. do Rosário quanto a Paróquia N. Sra. da Purificação (Livro de Tombo da Purificação)
– Vigários:
Pe. Josevaldo Carvalho Nascimento  (09.12.2000 – 31.12.2001)
Pe. Reinaldo Balbino dos Santos (18.01.2002 – 01.2003)
Pe. Edson da Silva Soares (01.2003 – 31.01.2004)
Pe. Marcos Ribeiro Filgueiras (07.05.2005 – 02.2006)
Pe. Rogério Marcos da Silva (15.09.2006 – 01.02.2008)

13 –  Pe. Rogério Marcos da Silva – 01.02.2008 – 2012

14 –  Pe. Kleber Santana – 2012 –

————————————————————————————————————————
Se houver interesse, leia também aqui a Relação de Párocos da Purificação (séc. XVIII), Relação de Párocos da Párocos da Purificação (séc. XIX) e Relação de Párocos da Purificação (séc. XX e XXI).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s