Histórica

O dia em que Santo Amaro festejou o casamento de D. Pedro I (1830)

Já postamos aqui no blog a Ata da Vereação de 14 de junho de 1822 da Câmara de Santo Amaro, pela qual os vereadores de Santo Amaro deram seu parecer favorável à independência do Brasil, indicando que o Brasil deveria ser uma Monarquia Constitucional. Também já publicamos o Sermão de Dom Romualdo de Seixas na Matriz da Purificação em 1837, no contexto de sua transferência temporária para Santo Amaro, durante a Sabinada. No Sermão, o Arcebispo da Bahia se posiciona contra a revolução iniciada na Capital [razão de sua transferência para Santo Amaro] e, consequentemente, ao lado do poder constituído, expressando a união entre Igreja e Estado.

Agora, trazemos o Discurso do Côn. Benigno na Igreja Matriz de Santo Amaro da Purificação por Ocasião do Consórcio de D. Pedro I com D. Amélia de Leuctemberg (1830), retirado de Cônego Benigno José de Carvalho: Imaginário e Ciência na Bahia do Século XIX, dissertação de mestrado de nosso amigo Sérgio Luiz Muricy de Almeida (Dom Sérgio Muricy). Era costume antigo das Igrejas celebrarem acontecimentos da vida pessoal dos monarcas. Dom Pedro I havia contraído seu 2º casamento em 17 de outubro de 1829, mas só em 05 de fevereiro de 1830, uma sexta-feira, é que a Freguesia de Nossa Senhora da Purificação de Santo Amaro veio a celebrar esse acontecimento da vida de Dom Pedro I e o Côn. Benigno, um sacerdote português,  é que foi o responsável pelo discurso da celebração.

debret32
Cerimônia de Matrimônio de D. Pedro I e D. Amélia de Leuctemberg

Nesse discurso, o Cônego Benigno toma a defesa do Imperador D. Pedro I, que a essa altura estava enfrentando dificuldades junto ao povo brasileiro. Os capítulos 1 e 2 da Parte I do livro Rebelião Escrava no Brasil: A história do levante dos Malês em 1835, de João José Reis, nos ajudam a entender o porque do descontentamento brasileiro com o D. Pedro I.

Primeiramente, o Brasil experimentou uma crise econômica grave na década de 1820,  entre outras coisas, devido aos dispêndios do conflitos pela Independência (1822-1823) e à debandada dos comerciantes portugueses, que eram um dos sustentáculos da economia brasileira. Em segundo, Dom Pedro I manteve seus patrícios portugueses “em postos mais e menos importantes do aparelho do Estado, inclusive nas províncias”, em desacordo com as elites brasileiras, que “queriam para si as rédeas políticas do país” (REIS, 2009, p. 47). Em terceiro, desagradava aos brasileiros o negligenciamento dado por D. Pedro I aos assuntos do Brasil a partir de 1826, quando ele se envolveu nas disputas sucessórias da coroa portuguesa em decorrência da morte de seu pai, Dom João VI. Todo esse quadro, ocasionou conflitos e rebeliões em diversas do país, inclusive a Bahia. Dom Pedro I viria a abdicar do trono brasileiro, em favor de seu filho, D. Pedro II, em 07 de abril de 1831.

O Discurso do Côn. Benigno data de 05 de fevereiro de 1830, portanto, D. Pedro I está entrando no ápice das pressões contra sua permanência como Imperador. Daí que o Cônego Benigno dedica a primeira parte de seu discurso à “Ventura da Nação Brasileira debaixo do Governo do Sr. D. PEDRO I”. A segunda parte do seu discurso é dedicada ao “complemento desta mesma ventura [do Brasil] pelo Consorcio de Sua Magestade Imperial com a Sereníssima Senhora PRINCEZA D. AMELIA DE ELUCHTEMBERG”. Reconhecendo as capacidades femininas, inclusive em questões de Estado, o objetivo desse tópico é dizer o quanto a nova Imperatriz poderia ajudar ao Imperador e, consequentemente, ao Brasil.

Leia também:
14 de junho – tudo que um santamarense deveria saber
Quando o Arcebispo da Bahia se mudou para Santo Amaro

2 comentários em “O dia em que Santo Amaro festejou o casamento de D. Pedro I (1830)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s